• Postado em: 3 de junho de 2020

Prefeitura realiza pesquisa para mensurar a porcentagem da população já imune à Covid-19


Na noite desta segunda-feira (01/06), o prefeito Roberto Cláudio anunciou, em transmissão ao vivo pelas redes sociais, novas ações de enfrentamento à Covid-19 na Capital. Por meio de medidas preventivas e assistenciais, o Município segue buscando mitigar a disseminação e os impactos provenientes da pandemia.

Clique e assista ao pronunciamento na íntegra

Objetivando assegurar maior controle epidemiológico, a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), realizam, ao longo desta semana, pesquisas para mensurar a porcentagem da população já imune à Covid-19.

Para a finalidade, equipes da Estratégia da Saúde da Família (ESF), em parceria com os agentes comunitários de saúde (ACS), estarão em campo de terça a sexta-feira. “As equipes rodarão com pesquisadores treinados para fazer o teste no sangue de cada um daqueles que forem eventualmente abordados e toparem participar”, esclareceu o Prefeito.

O Gestor elencou os benefícios estimados por meio da iniciativa. “Além de identificar os grupos que já desenvolveram os anticorpos, a medida auxiliará na identificação daqueles ainda passíveis à contaminação pelo novo coronavírus. Essa política é central para orientar condutas preventivas e assistenciais, além de nortear o processo lento e gradual das atividades cotidianas”, explicou.

Previamente testados e saudáveis, os pesquisadores sairão às ruas devidamente paramentados, utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Todos os pesquisadores foram testados para Covid-19 e estarão protegidos com EPIs para que esta não seja uma oportunidade e um risco de contaminação”, garantiu.

Roberto Cláudio convocou a população a aderir ao esforço. “Além de receber o resultado do próprio exame, quem topar participar irá colaborar com um dado essencial para orientar as nossas prioridades diante de um conjunto de ações de Saúde”, enfatizou.

Até o início da próxima semana, os indicadores devem estar compilados e organizados. “Esse número vai nos ajudar em relação ao tamanho do atual risco de contaminação da população. Essa informação, regionalizada, irá nos permitir reagir com eficiência”, pontuou.

Clique e saiba mais sobre a pesquisa

Ampliação da assistência à saúde

Em sua explanação, Roberto Cláudio mencionou os esforços municipais em prol da expansão dos leitos assistenciais oferecidos aos fortalezenses. Até a próxima quarta-feira (03/06), dois hospitais de Fortaleza serão contemplados com novos leitos especificamente voltados ao tratamento da Covid-19.

“O Hospital da Mulher de Fortaleza, que já conta com 10 leitos de UTI e 70 de enfermaria, será equipado com 4 novos leitos com respiradores para pacientes mais graves. Também nesta semana, 10 novos leitos com respiradores, monitores e todos os equipamentos necessários serão instalados no hospital de Campanha do PV”, anunciou.

100 leitos de UTI no IJF2

O Prefeito destacou, ainda, a constante ampliação da capacidade assistencial oferecida pelo Instituto Doutor José Frota 2 (IJF2) a pacientes acometidos pela Covid-19. Em virtude da pandemia, a implantação gradativa vem acontecendo há dois meses. “O IJF2 já conta com 90 leitos de UTI e 40 de enfermaria. Até a próxima quinta-feira, será equipado com outros 10 de UTI. Com isso, chegaremos à marca de 100 leitos de UTI somente para Covid-19”, informou.

Parceria com Hospital Fernandes Távora

Durante o pronunciamento, o Roberto Cláudio ressaltou a importância da parceria estabelecida entre a Prefeitura de Fortaleza e o Hospital Fernandes Távora. “O Hospital está disponibilizando 8 leitos de UTI e 40 de enfermaria para ampliar a nossa capacidade de internação hospitalar para o tratamento da Covid”, disse.

Momento de transição

Por fim, mesmo diante da retomada gradual de determinadas atividades, o Prefeito destacou a indispensável manutenção do isolamento social na Capital.

“Hoje, iniciamos um novo momento de enfrentamento à Covid. Algumas poucas atividades, em fase de transição, estão permitidas. Isso é, na verdade, um pequeno pedaço do cotidiano da Cidade. A vida da maioria de nós não pode mudar. Continuamos em estado de isolamento social”, orientou.

Roberto Cláudio enfatizou o objetivo da administração pública de seguir reduzindo o número de casos, de internamentos e de óbitos provenientes da infecção causada pelo novo coronavírus. “A gente tem sinais favoráveis, mas ainda são muito recentes. Tudo vai depender do nosso comportamento. A fiscalização é fundamental, mas o respeito e a consciência são os nossos principais aliados”, afirmou.

Fiscalização

Na manhã desta segunda-feira (01/06), conforme o Gestor, a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado iniciaram uma operação de fiscalização para assegurar o cumprimento das orientações previstas em decreto. Além do Centro da Cidade, a iniciativa irá contemplar outros territórios estratégicos do Município.

“Não estão permitidas atividades de esporte, de lazer, movimentação em espaços públicos, em praias, em feiras ou em quaisquer atividades econômicas, cotidianas e pessoais não autorizadas neste período. Este esforço temporário terá um benefício eterno para muitos”, argumentou.