• Postado em: 18 de maio de 2020

Nova etapa da campanha de vacinação contra a gripe será iniciada nesta segunda-feira (18/05)


A partir desta segunda-feira (18/05), a terceira fase da campanha nacional de vacinação contra a gripe chega à segunda etapa de imunização em Fortaleza. Além de professores de escolas públicas e privadas, adultos de 55 a 59 anos compõem o grupo prioritário e devem receber a dose vacinal contra H1N1, H3N2 e Influenza B até o dia 5 de junho.

Para garantir a cobertura, a Prefeitura de Fortaleza segue disponibilizando o serviço em 97 escolas municipais e nos 113 postos de saúde da Capital. “De 18 de maio a 5 de junho, mais de 200 locais de vacinação seguem imunizando pessoas em toda a Cidade. É fundamental conscientizar a população sobre o papel da prevenção neste momento”, informa o gerente da Célula da Atenção Primária de Fortaleza, Erlemus Soares.

Confira a lista dos locais de vacinação

A coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Soldatelli, esclarece que, embora a vacina não garanta eficácia contra a Covid-19, a prevenção contra outros vírus causadores de síndromes gripais precisa ser assegurada. “Além de proteger a nossa população contra outras doenças importantes, a vacina auxilia os profissionais de saúde no diagnóstico para o novo coronavírus e otimiza o atendimento no sistema de saúde”, reforça.

Em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus, a população precisa estar atenta aos cuidados indispensáveis previstos em decreto. O uso de máscaras é obrigatório e o distanciamento social mínimo precisa ser garantido.

Vacinação em domicílio

Adotando medidas de segurança e de comodidade, a Prefeitura de Fortaleza garante a imunização domiciliar a idosos com idade superior a 80 anos. O benefício contempla, ainda, pessoas acima de 60 anos com mobilidade reduzida.

Para a finalidade, o atendimento deve ser agendado por um familiar no Posto de Saúde mais próximo à residência do paciente.

Alcance da iniciativa

Iniciada em 23 de março, a campanha nacional de vacinação contra a gripe já imunizou, em etapas distintas, um diverso público-alvo: idosos a partir de 60 anos, profissionais da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, população indígena, portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos.

Já a primeira etapa da terceira fase, em vigor até 17 de maio, incluiu crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência.

O gerente da Célula de Atenção Primária de Fortaleza, Erlemus Soares, destaca que o alcance da imunização de idosos e profissionais da saúde atingiu a meta estabelecida. “Nosso intuito é continuar vacinando o maior número de pessoas. Por isso, mesmo os grupos prioritários que ainda não se vacinaram nas fases e nas etapas anteriores podem se dirigir aos locais de vacinação para garantir a prevenção contra diversas cepas virais circulantes”, orienta.