• Postado em: 18 de dezembro de 2019

Prefeitura inaugura primeira Sala de Apoio à Mulher que Amamenta da Regional I


Com a inauguração da Sala de Apoio à Mulher que Amamenta/Posto de Coleta de Leite Humano do Posto de Saúde Virgílio Távora (Cristo Redentor), nesta quarta-feira (18/12), o atendimento chega à Regional I. Já são 13 pontos de coletas instalados em Fortaleza, cidade pioneira no serviço. “Esta sala é fundamental. O leite coletado é distribuído às maternidades do Município, fazendo com que as crianças internadas possam receber leite humano, em vez de artificial, contribuindo para reduzir o tempo de permanência de internação, para o aumento de peso, para o retorno mais rápido à casa e para redução da mortalidade infantil”, explicou Joana Maciel, secretária da Saúde.

Joana informou também que outra salas serão inauguradas até o final de 2020, pois a ampliação faz parte do Programa Missão Infância Fortaleza. “Queremos chegar até o final da gestão com mais de 20 salas como essa”, informou. Os 13 equipamentos estão distribuídos em maternidades (cinco) e postos de saúde (oito). Cada sala arrecada cerca de quatro a cinco litros de leite por mês e abastece o estoque de quatro hospitais da Rede Pública: Hospital Geral César Cals, Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Geral de Fortaleza e Hospital Maternidade Escola Assis Chateaubriand.

O leite colhido é encaminhado para o banco de leite, onde passa por uma análise de qualidade, para, em seguida, passar pelo processo de pasteurização e, por fim, é encaminhado para a UTI neonatal. O resultado é que as crianças que não podem se alimentar por algum motivo serão amamentadas.

Segundo Daiane Araújo (21), mãe de uma bebê um mês de idade, ela teve dificuldades para amamentar no começo, pois não sabia como. “Lugares como essa sala são importantes principalmente para mães de primeira viagem como eu, pois a gente não sabe como é e eles orientam. Agora, estou com minha filha mamando direito. Acho importante também doar. Tenho amigas que não tiveram leite e precisaram de doação”, disse.

O leite materno oferece anticorpos para proteger o recém-nascido de infecções, reduz a mortalidade infantil e ajuda no desenvolvimento cognitivo. O serviço também busca ampliar o compartilhamento de informações sobre os benefícios do aleitamento materno e orientar as mães sobre técnicas de amamentação.

Posto de Saúde Virgílio Távora

O posto Virgílio Távora foi reformado e entregue em junho deste ano, atende cerca de 27 mil residentes das comunidades do Cristo Redentor, Álvaro Weyne, Pirambu e Barra do Ceará. Conta com seis equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) com capacidade de realizar, por dia, aproximadamente 360 atendimentos. Os usuários podem ter acesso a consultas médicas, atendimento odontológico, exames laboratoriais, vacinação, testes rápidos (HIV/sífilis/hepatites/gravidez), aferição de pressão arterial, medição de glicemia, pequenos curativos e procedimentos, entre outros serviços.