• Postado em: 17 de dezembro de 2019

Prefeito Roberto Cláudio assina ordem de serviço para construção do 2º Centro de Parto Normal de Fortaleza


Na manhã desta segunda-feira (16/12), o prefeito Roberto Cláudio assinou a ordem de serviço para a construção do Centro de Parto Normal (CPN) do Hospital Distrital Gonzaga Mota Barra do Ceará, conhecido como Gonzaguinha da Barra do Ceará. O novo equipamento vai proporcionar um atendimento mais humanizado e de qualidade para gestantes, no que se refere ao parto normal.

Conforme a titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Joana Maciel, o novo equipamento será um ambiente de obstetrícia focado no parto humanizado. “Nós teremos três salas de PPP (pré-parto, parto e pós-parto), ambiente privativo para a gestante com banheiro exclusivo e onde ela pode ter um acompanhante. Já temos estas salas no Hospital da Mulher e no Hospital Nossa Senhora da Conceição”, destacou.

O Centro de Parto Normal terá uma área de 488,03 m² e irá atuar de maneira complementar às maternidades existentes, promovendo a ampliação do acesso, do vínculo e do atendimento durante o parto e puerpério. O valor investido foi de R$ 923.487,22 e a obra está prevista para ser entregue em junho de 2020. Após a conclusão, o equipamento terá a ampliação de 30 novos leitos de alojamento conjunto, três leitos PPP (pré-parto, parto e pós parto) e dois leitos de observação, o que vai permitir um aumento de 59% na capacidade instalada do hospital, fazendo saltar a média mensal de 230 para 365 partos.

“A família vai poder acompanhar de perto, o próprio médico vai ter condições de orientar esse parto humanizado. Não podemos esquecer que o hospital passa por outra grande intervenção, mais ligada à área de emergência, uma grande reestruturação”, lembrou o secretário da Regional I, Rennys Frota, referindo-se às obras da terceira etapa da reforma do Gonzaguinha da Barra do Ceará, que contempla a área da emergência com requalificação das enfermarias. O hospital atua na linha do cuidado materno-infantil de Fortaleza, sendo unidade de referência para 16 postos de saúde das Regionais I e III, contemplando, assim, gestantes que realizam o pré-natal nesses equipamentos.

De acordo com o prefeito Roberto Cláudio, a criação do Centro de Parto Normal é resultado do pacote de investimentos que vêm sendo feitos na área da Saúde, passando pela Atenção Primária até a linha de cuidado materno-infantil. “Há duas obras acontecendo no mesmo hospital. O conjunto dessas intervenções vai permitir que o hospital saia de 71 para 113 leitos, um aumento de 42 leitos na estrutura atual da unidade. A ideia é, de fato, aumentar a capacidade essencial do Gonzaguinha. Agora, nossa tarefa é fiscalizar os prazos e entregar a obra com qualidade”, disse. Ainda segundo o Prefeito, 450 novos leitos públicos municipais serão entregues, com novos servidores concursados e contratados, até o fim da gestão.